O deputado federal Aureo, líder do Solidariedade na Câmara, recebeu, nesta quarta-feira, 12, na sala da Liderança, os Agentes de Saúde e de Combate às Endemias do estado do Rio de Janeiro, que foram à Brasílias, em comitiva, para falar sobre a PEC 22, que trata da política remuneratória e da valorização dos profissionais que exercem atividades de agente comunitário de saúde e de agente de combate às endemias, garantindo 2 salários mínimos para as classes.

Os agentes aproveitaram o encontro para reivindicar melhores condições de trabalho e contra o aparelhamento em alguns municípios por pessoas desqualificadas, como por exemplo, o município de São Gonçalo, o que, segundo eles,  prejudica o atendimento às pessoas mais carentes que dependem dos serviços.

– Estou à disposição para intermediar agendas entre os sindicatos e prefeitos dos municípios citados: Itaboraí. Niterói, Cachoeira de Macacu e São Gonçalo, disse Aureo.

O trabalho dos agentes de saúde é atuar na atenção básica, orientando na prevenção, por meio de comportamentos e também da saúde da coletividade, dando conhecimento

dos riscos de doenças e epidemias, contribuindo decisivamente para a melhoria da qualidade de vida da população, na direção de um município saudável, promovendo o processo de transformação social.

– Tenho consciência da importância do trabalho desses profissionais que ajuda a desafogar o sistema de saúde, garantindo atendimento para todos. Finalizou o deputado.