deputado aureeo trabalhando pela agricultura familiar

A Agricultura Familiar pode ganhar aumento no investimento para atender as merendas escolares em todo país. A proposta do deputado Aureo é ampliar os repasses para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) em no mínimo 40% para aquisição de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar e do empreendedor familiar rural ou de suas organizações, priorizando-se os assentamentos da reforma agrária, as comunidades tradicionais indígenas e comunidades quilombolas.

Como será o aumento do investimento na agricultura familiar?

A agricultura familiar tem dinâmica e características distintas em comparação à agricultura não familiar. Nela, a gestão da propriedade é compartilhada pela família e a atividade produtiva agropecuária é a principal fonte geradora de renda.

Além disso, o agricultor familiar tem uma relação particular com a terra, seu local de trabalho e moradia. A diversidade produtiva também é uma característica marcante desse setor. A Lei 11.326 de julho de 2006 define as diretrizes para formulação da Política Nacional da Agricultura Familiar e os critérios para identificação desse público.

Segundo dados do Censo Agropecuário de 2006, 84,4% do total dos estabelecimentos agropecuários brasileiros pertencem a grupos familiares. São aproximadamente 4,4 milhões de estabelecimentos, sendo que a metade deles está na Região Nordeste.

Atualmente, a aquisição de gêneros alimentícios está em 30%. O aumento de mais 10% trará benefícios sociais e aumentará o poder de compra, assim, o resultado é maior recurso financeiro disponível nos municípios e produtores das cidades, o que aumenta a economia local.

“A agricultura familiar é extremamente importante para o nosso país. Hoje, 70% da comida na mesa do brasileiro provém da agricultura familiar. Incentivar e garantir  mais qualidade na comida da mesa do povo e das nossas crianças é fundamental”, disse Aureo.

Outro ponto em que Aureo espera atingir com o aumento do investimento na agricultura familiar é garantir mais saúde e qualidade na mesa das crianças, que muitas vezes contam apenas com a comida da escola para ter uma alimentação diferenciada.

Vivemos num país com imensos abismos sociais, onde, muitas vezes, a única fonte de alimentação decente das crianças e estudantes é na escola. Ter este aumento no investimento fará bem para o pequeno agricultor e para os alunos.

Aureo acompanha de perto a situação dos agricultores familiares de todo Rio e é um defensor da causa. Confira a participação do parlamentar em debates sobre o tema.