Deputado Aureo conversa com produtora familiar

A Agricultura Familiar do estado do Rio de Janeiro ficou por muitos anos sem investimentos, relegada a segundo plano. Essa realidade começou a mudar em 2016. Na Câmara, o deputado Aureo lutou pelos quilombolas, assentados e trabalhadores do campo, que não recebiam o reconhecimento por uma atividade tão importante.

Deputado Aureo conversa com produtora familiar

Deputado Aureo conversa com produtora familiar

10 realizações:

1 – Retomou o crédito fundiário, que estava parado desde 2012. Até o fim desse ano serão 50 contratações e um total de 200 até 2019;
2 – Via Ministério do Desenvolvimento Agrário, liberou R$ 1,5 milhão para ajudar o agricultor a ter sua própria terra e se tornar empreendedor;
3 – Trabalhou para estimular os agricultores a terem as próprias DAPs. Apenas em 2018 foram emitidas mais de 1.500 segundo o Incra;
4 – Aumentou para 400 o número de selos para identificar produtos da agricultura familiar, que qualifica o produtor rural;
5 – Liberou em Brasília R$ 2,5 milhões para regularização fundiária, ou seja, são mais de 2 mil propriedades regularizadas;
6 – Conseguiu 16 tratores via Ministério do Desenvolvimento Agrário para atender as demandas do agricultor e mais 24 pelo Incra, que chegam até dezembro;
7 – Trabalhou em defesa da comunidade quilombola, com regularização de terras e diálogo para reconhecer as comunidades junto ao governo;
8 – Liberou R$ 1,2 milhão em crédito de instalação para assentados do estado e pescadores de Arraial do Cabo;
9 – Apresentou na Câmara o projeto de lei que aumenta de 30% para 40% a participação de alimentos de origem da agricultura familiar nas escolas;
10 – Em todo Estado, com emendas e parceria junto aos órgãos federais mais de R$ 18 milhões foram investidos em maquinário, obras e promoção da agricultura familiar;

Ao lado do morador do campo, Aureo irá seguir com o trabalho que foi feito em prol do desenvolvimento do Interior. Afinal, o que está dando certo tem que continuar!