Projeto para auxiliar pessoas com autismo

    Projeto para auxiliar pessoas com autismo

    Medos, incertezas, ansiedade… Estes são alguns dos sentimentos compartilhados por muitos pais quando um filho é diagnosticado com autismo. Mas, sem dúvida nenhuma, o amor é o maior sentimento. Afinal, os pais precisam ser fortes para ajudar os seus filhos a superarem juntos os obstáculos desse novo caminho.

    Hoje é o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, uma data fundamental para conscientização do tema. Principalmente quando falamos de educação. Por exemplo, em 2019, foi constatado que o número de alunos com autismo em escolas cresceu 37%. Certamente, uma estatística importante para a inclusão social.

    Mas, na prática, é diferente, porque não basta garantir a presença desses alunos em sala de aula. A inclusão também envolve adaptação de conteúdos, formar professores e desenvolver atividades e avaliações que considerem as características de cada aluno.

    Tenho, na Câmara dos Deputados, um projeto de lei 7212/17, que tem como objetivo criar o cargo de professor de apoio especializado em Educação Especial. É fundamental ter profissionais capacitados para atender as necessidades dessas crianças e também para promover a ideia de que as crianças com autismo podem estar em uma escola para interagir com os demais colegas, e não ficarem limitadas apenas com instituições especializadas.

    Inclusão é um direito, não é um favor. As dificuldades que pais e mães têm para conseguir matricular seus filhos com autismo em uma escola precisam ser resolvidas. Por isso, nosso trabalho levanta a bandeira da educação de qualidade para todos, assim como trabalhar para que cada vez mais oportunidades cheguem a quem mais precisa.