Internet segura e responsável

    Internet segura e responsável

    A internet é um excelente canal de comunicação, informação, entretenimento e chegou para facilitar nossas vidas. No entanto, considerando que milhões de crianças e adolescentes têm acesso a internet, é preciso estarmos atentos aos perigos que ela pode oferecer. Além dos diversos casos de fake news.

    Segundo dados de uma pesquisa divulgada pelo Instituto Ipsos, os brasileiros são os que mais acreditam em fake news no mundo. 62% dos entrevistados admitiram já ter acreditado em alguma notícia falsa.

    Hoje, no Dia da Internet Segura, acima de tudo, é fundamental que promovemos ações de conscientização em torno do uso seguro, ético e responsável da internet.

    Jogos e Redes Sociais

    Lembra, por exemplo, do caso do jogo “Baleia Azul”? Um jogo que induzia as pessoas a cumprirem ordens até chegar ao ponto de cometer suicídio. Inadmissível permitir que nossos jovens sejam submetidos a isso. Na Câmara dos Deputados, apresentei o PL 7430/17, que altera os artigos 122 e 132 do Decreto-Lei nº 2.848.

    Para você entender melhor, a minha proposta consiste em aumentar a pena a quem induzir o outro ao suicídio por meios digitais e tornar crime o incentivo, pela internet, a automutilação ou exposição ao perigo. Caso queira saber mais, clique aqui.

    Nós, como pais e responsáveis, devemos ficar atentos a esses casos que ameaçam a vida de nossos filhos e influenciam o futuro deles. Nesses momentos, o diálogo com nossas crianças e adolescentes é fundamental para que o uso da internet seja voltado para o benefício delas.

    Conte comigo em Brasília na defesa da vida de nossos jovens e na luta para que consigamos gerar cada vez mais oportunidades pensando no futuro deles. E mande sua sugestão, sua crítica, se você sabe de algum caso de fake news, entre em contato através das nossas redes sociais. Portanto, queremos promover a democratização da tecnologia com responsabilidade e ética.