Pela equidade, bem-estar e justiça para todos

    Pela equidade, bem-estar e justiça para todos

    Hoje é Dia Mundial da Justiça Social, uma data fundamental para nos conscientizarmos e apoiarmos ações que promovam a equidade, o bem-estar e a justiça para todos. E a inclusão? Ela só passa a existir quando, de fato, temos políticas diferentes para pessoas diferentes. Senão, ela só fica no papel!

    Quem tem um deficiente na família ou conhece alguém que tenha sabe da dificuldade de acesso à educação por vários motivos: falta de vagas em escolas adaptadas na rede pública e às vezes longe de casa; escolas particulares caras para muitas famílias. Afinal, o cuidado com um filho especial requer mais investimentos para a melhoria da qualidade de vida.

    Aproveito para neste #TBT falar sobre o projeto de lei 8525/2017, que tem como objetivo garantir 5% de vagas para deficientes nas escolas particulares para que seja subsidiado em contrapartida com abatimento no imposto de renda. No entanto, mais do que simplesmente garantir vagas, temos que garantir estrutura para essas pessoas. Seja estrutura física das escolas ou de profissionais capacitados para atender pessoas com deficiência de maneira adequada.

    Gosto de trabalhar para colocar as coisas em prática, com alguma solução para melhorar a vida das pessoas no dia a dia, principalmente de quem mais precisa. Se a rede pública não dá conta, o Estado precisa tomar uma atitude. O que não pode é dizer que somos uma sociedade inclusiva mas não darmos condições para que os deficientes exerçam seus direitos de cidadãos.

    O que você acha dessa proposta? Quer saber mais detalhes? Faça seu comentário aqui e deixe sua opinião.