Saiba quando você poderá ser vacinado
    Foto: NELSON ALMEIDA / AFP

    Saiba quando você poderá ser vacinado

    Foto: NELSON ALMEIDA / AFP

    Junto com a esperança do início da vacinação contra a Covid-19, vem a ansiedade para saber quando você e seus familiares poderão ser vacinados. Por isso, é fundamental que você tenha o conhecimento do calendário da vacinação. Ou seja, você precisa saber a sua posição na fila de prioridade no plano de vacinação do Governo Federal.

    Confira o calendário de vacinação:

    • FASE 1 – INÍCIO IMEDIATO EM TODO O PAÍS – Trabalhadores da saúde (médico, enfermeiro, técnicos, etc, ou trabalhador de apoio, como seguranças, entre outros. Pessoas com mais de 75 anos ou com mais de 60 em instituições de longa permanência, indígenas em terras demarcadas e povos tradicionais ribeirinhos.
    • FASE 2 – SEGUNDO E TERCEIRO MÊS APÓS O INÍCIO DA VACINAÇÃO – Pessoas de 60 a 74 anos que não vivem em asilos e instituições psiquiátricas.
    • FASE 3 – QUARTO MÊS APÓS INÍCIO DA VACINAÇÃO – Pessoas com comorbidades, tais como: diabetes, hipertensão, doença pulmonar crônica (enfisema, asma, bronquite crônica), doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido, anemia falciforme, câncer ou obesidade grave (com IMC maior ou igual a 40).
    • GRUPO PRIORITÁRIO – VACINAÇÃO DURANTE OS 12 MESES SEGUINTES APÓS A FASE 3 – Professores (nível básico ao superior, setor público ou privado), forças de segurança (policial federal, militar ou civil e Forças Armadas) e salvamento (como bombeiros), funcionários do sistema prisional, presos, quilombolas, moradores de rua, portadores de deficiência, dentre outros.
    • NÃO PRIORITÁRIO – VACINAÇÃO APÓS O GRUPO PRIORITÁRIO, NOS 12 MESES SEGUINTES APÓS A FASE 3 – Menores de 60 que não estão em condição de vulnerabilidade, não atuam em profissões essenciais e não têm comorbidades.

    Portanto, não é recomendado procurar o hospital ou o posto de saúde mais próximo com a expectativa de sair vacinado. É preciso respeitar a ordem de prioridade e, principalmente, ter a consciência de que até o momento da vacinação a pandemia não acabou. Os cuidados precisam continuar. Vamos trabalhar para que a vacina chegue para todos!